Moisés Lucarelli

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

Edição feita às 23h14min de 27 de junho de 2017 por Fabio (Discussão | contribs)
(dif) ← Versão anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Moisés Lucarelli
Moisés Lucarelli
Informações Gerais
Nome Estádio Moisés Lucarelli
Local Campinas, SP
Construção 1942
Inauguração 12 de setembro de 1948
Remodelação 2005
Expandido
Proprietário Ponte Preta
Extensão 107m x 70m
Gramado Grama natural
Números
Capacidade 19.728
Público Recorde 34.985 (01/02/1978)
Ponte Preta 1 x 0 São Paulo
Primeira Partida Ponte Preta 0 x 3 XV de Piracicaba
Primeiro gol Sato (XV de Piracicaba)

O Estádio Moisés Lucarelli é o estádio pertencente à Associação Atlética Ponte Preta. Localiza-se na cidade de Campinas, no interior do estado de São Paulo, Brasil. Foi inaugurado em 12 de setembro de 1948 com capacidade para 35 mil espectadores, tendo sido construído com doações de material feitas por aficionados do clube. A construção levou seis anos.

Tabela de conteúdo

História

Na década de 60
Fachada do estádio

Teve a capacidade diminuída para cerca de 20 mil pessoas, a fim de proporcionar maior conforto e obedecer às novas determinações legais. Seu recorde de público foi no jogo entre Ponte Preta e Santos, em 16 de agosto de 1970, quando 33.500 espectadores pagaram ingressos para ver a vitória dos visitantes por 1 a 0. Porém, segundo historiadores, havia cerca de 40 mil torcedores dentro do estádio e mais quatro mil pessoas do lado de fora, sem conseguir entrar. No final desse campeonato paulista, a Ponte Preta conquistou o vice-campeonato.

Vista aérea
Vista noturna

Oficialmente, o maior público é da derrota por 3 a 1 da Ponte Preta para o São Paulo, em 1º de fevereiro de 1978: 34.985 pagantes.

Existe um projeto para construir um anel superior, dobrando a capacidade do estádio para 40 mil pessoas.

É conhecido pelos torcedores do clube como Majestoso, porque sua capacidade quando da inauguração era, na época a terceira maior do Brasil, perdendo apenas para o Pacaembu, em São Paulo, e São Januário, no Rio de Janeiro.

O Moisés Lucarelli é um dos poucos estádios do mundo construídos por seus próprios torcedores e homenageia Moysés Lucarelli, presidente do clube por muitos anos e idealizador do estádio, que angariou fundos entre associados e pessoas da comunidade. Lucarelli não queria ser o patrono do estádio, mas a diretoria aproveitou-se de uma viagem dele à Argentina para colocar seu nome e teve de acatar a homenagem — apesar de o nome do ex-presidente ser grafado com Y, o nome oficial do estádio é grafado com I. O estádio da Ponte Preta foi inaugurado oficialmente em 12 de setembro de 1948, mas sua história começou antes disso, quando os amigos Olímpio Dias Porto, José Cantúsio e Moysés Lucarelli reuniram dinheiro para comprar um terreno onde sonhavam construir um grande estádio para seu time.

O material de construção foi conseguido junto a amigos empresários (a maioria de São Paulo). A edificação veio dos apaixonados torcedores que puseram a mão na massa literalmente e ergueram a edificação em sistema de mutirão na antiga chácara Maranhão no bairro Ponte Preta - no local existia antes uma modesta casinha, localizada onde hoje é o centro do gramado.

A Pedra Fundamental do estádio foi lançada em 13 de agosto de 1944. Os engenheiros responsáveis pelo projeto foram Alberto Jordano Ribeiro, Eduardo Badaró e Mário Ferraris. No dia 7 de setembro de 1948 foi realizada a inauguração parcial do Majestoso em missa campal, e no dia 12 de setembro, a inauguração oficial do Estádio que recebeu o nome do patrono Moisés Lucarelli.

Foi ali, nas arquibancadas do Majestoso, que a torcida pontepretana viveu grandes conquistas, comemorou inúmeras vitórias em dérbis, apoiou o time quando ele mais precisou. Dentro dos 36 mil metros do estádio, os alvinegros viram a maior goleada já aplicada pela Ponte (8 a 1 sobre a Ferroviária, em 1994) e nos anos 70, espremeram mais de 30 mil pessoas em um espaço onde hoje só são permitidos 19.700, para assistir a um confronto contra o Santos.

“Meu pai foi um pioneiro. Minha família sempre ficou muito feliz pelo reconhecimento dado a ele no estádio”, conta Nino Lucarelli, filho de Moisés. Mas, se outrora foi charmoso e pioneiro, hoje o belo Majestoso tornou-se pequeno para a grandeza da Ponte Preta e de sua torcida, razão pela os associados da Ponte aprovaram a construção de uma Arena Padrão Fifa, que ficará no Jardim Eulina, onde hoje funciona o CT. "Se meu pai estivesse vivo, com certeza veria com bons olhos o projeto da Arena. Ele era um abnegado pela Ponte Preta e o projeto é para o bem do clube", diz Nino.


Estatísticas

Todos os jogos e números do Palmeiras no estádio Moisés Lucarelli.

Total:

Estádio Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Moisés Lucarelli 65 23 16 26 81 90 -3
  • 2017 - Ponte Preta 1x2 Palmeiras - Campeonato Brasileiro (25/06/2017) Gol Alejandro Guerra (2) • Lucca
  • 2017 - Ponte Preta 3x0 Palmeiras - Campeonato Paulista, Semifinal (16/04/2017) GolWilliam Pottker, Lucca, Jeferson
  • 2017 - Ponte Preta 1x0 Palmeiras - Campeonato Paulista (29/03/2017) GolWilliam Pottker
  • 2017 - Red Bull 1x3 Palmeiras - Campeonato Paulista (03/03/2017) Gol Willian, Roger Guedes, Miguel Borja • Evandro
  • 2016 - Ponte Preta 2x1 Palmeiras - Campeonato Brasileiro (21/05/2016) Gol Moisés • Felipe Azevedo (2)
  • 2015 - Red Bull 2x0 Palmeiras - Campeonato Paulista (29/03/2015)
  • 2013 - Ponte Preta 1x2 Palmeiras - Campeonato Paulista (07/04/2013) Gol Tiago Real, Leandro
  • 2012 - Ponte Preta 1x0 Palmeiras - Campeonato Brasileiro (08/07/2012)
  • 2011 - Ponte Preta 2x1 Palmeiras - Campeonato Paulista (17/04/2011) Gol Max Santos
  • 2009 - Ponte Preta 2x3 Palmeiras - Campeonato Paulista (01/02/2009) Gol Lenny (3)
  • 2008 - 1x1 - Campeonato Paulista (27/04/2008) Gol Kléber
  • 2007 - 1x2 - Campeonato Paulista (31/01/2007) Gol Caio
  • 2006 - 1x1 - Campeonato Brasileiro (27/08/2006) Gol Marcinho
  • 2005 - 6x2 - Campeonato Brasileiro (20/11/2005) Gol Washington (2), Cristian, Warley, Juninho Paulista, Baiano
  • 2005 - 1x1 - Campeonato Paulista (03/04/2005) Gol Alceu
  • 2004 - 0x0 - Campeonato Brasileiro (01/09/2004)
  • 2003 - 2x2 - Campeonato Paulista (19/02/2003) Gol Claudecir, Leonardo de Paula
  • 2002 - 0x2 - Campeonato Brasileiro (18/09/2002)
  • 2002 - 1x2 - Rio-São Paulo (14/04/2002) Gol Leonardo de Paula
  • 2001 - 2x3 - Campeonato Paulista (24/02/2001) Gol Tuta (2)
  • 2000 - 1x5 - Campeonato Brasileiro (22/10/2000) Gol Galeano
  • 2000 - 3x2 - Campeonato Paulista (14/05/2000) Gol Euller (3)
  • 1999 - 2x1 - Campeonato Brasileiro (28/08/1999) Gol Rogério, Paulo Nunes
  • 1995 - 3x0 - Campeonato Paulista (06/04/1995) Gol Edmundo, Válber, Rivaldo
  • 1994 - 1x2 - Campeonato Paulista (27/03/1994) Gol Evair
  • 1993 - 1x0 - Campeonato Paulista (08/04/1993) Gol Evair
  • 1987 - 0x0 - Campeonato Paulista (10/05/1987)
  • 1986 - 0x0 - Campeonato Brasileiro (19/10/1986)
  • 1986 - 3x0 - Campeonato Paulista (13/07/1986) Gol Éder, Mirandinha, Edmar
  • 1985 - 1x2 - Campeonato Paulista (29/06/1985) Gol Hélio
  • 1984 - 0x2 - Campeonato Paulista (16/09/1984)
  • 1983 - 0x1 - Campeonato Paulista (10/09/1983)
  • 1982 - 0x0 - Campeonato Paulista (07/11/1982)
  • 1981 - 1x0 - Campeonato Paulista (04/11/1981) Gol Freitas
  • 1981 - 1x3 - Campeonato Paulista (18/10/1981) Gol Paulinho
  • 1980 - 0x0 - Campeonato Paulista (05/06/1980)
  • 1979 - 2x2 - Campeonato Paulista (14/10/1979) Gol César (2)
  • 1979 - 0x3 - Campeonato Paulista (28/03/1979) Gol
  • 1978 - 0x2 - Campeonato Paulista (13/06/1978)
  • 1976 - 1x2 - Campeonato Brasileiro (21/11/1976) Gol Jorge Mendonça
  • 1976 - 0x3 - Campeonato Paulista (11/03/1976)
  • 1975 - 1x0 - Campeonato Paulista (13/07/1975) Gol Edu Bala
  • 1974 - 0x0 - Campeonato Paulista (11/08/1974)
  • 1973 - 1x0 - Taça Cidade de São Paulo (24/06/1973) Gol Fedato
  • 1973 - 1x1 - Campeonato Paulista (08/04/1973) Gol Ademir da Guia
  • 1972 - 1x1 - Campeonato Paulista (06/08/1972) Gol Nei
  • 1971 - 1x1 - Campeonato Paulista (04/04/1971) Gol César Maluco
  • 1970 - 0x0 - Campeonato Paulista (09/08/1970)
  • 1965 - 3x2 - Amistoso (13/06/1965) Gol Servílio (2), Tupãzinho
  • 1962 - 3x0 - Amistoso (25/04/1962) Gol Américo Murolo (2), Geraldo II
  • 1960 - 1x0 - Campeonato Paulista (13/11/1960) Gol Cruz
  • 1959 - 4x2 - Campeonato Paulista (23/08/1959) Gol Américo Murolo, Romeiro, Chinesinho, Julinho Botelho
  • 1958 - 1x2 - Campeonato Paulista (19/10/1958) Gol Paulinho
  • 1957 - 1x2 - Campeonato Paulista (01/12/1957) Gol Paulinho
  • 1957 - 1x3 - Campeonato Paulista (23/06/1957) Gol Ivan
  • 1955 - 3x2 - Campeonato Paulista (15/08/1955) Gol Rodrigues Tatu, Humberto Tozzi, Nei Blanco
  • 1955 - 1x2 - Amistoso (15/06/1955) Gol Humberto Tozzi
  • 1955 - 2x1 - Campeonato Paulista (02/01/1955) Gol Nei Blanco, Humberto Tozzi
  • 1954 - 2x1 - Amistoso (21/02/1954) Gol Liminha, Otávio
  • 1953 - 2x2 - Campeonato Paulista (02/08/1953) Gol Odair, Jair Rosa Pinto
  • 1952 - 1x0 - Campeonato Paulista (28/09/1952) Gol Amorim
  • 1952 - 0x2 - Amistoso (16/04/1952)
  • 1951 - 1x3 - Campeonato Paulista (05/08/1951) Gol Liminha
  • 1949 - 2x1 - Amistoso (08/05/1949) Gol Liminha, Renato Violani
  • 1948 - 1x0 - Amistoso (19/12/1948) Gol Lombardini


Último Jogo


Ponte Preta Palmeiras
Campeonato Brasileiro
10ª rodada
25 de junho de 2017
Domingo
16h00
Ponte Preta 1 x 2 Palmeiras Estádio Moisés Lucarelli, Campinas São Paulo
Público 6.051
Renda R$ 141.840,00
Árbitro Wagner Reway Mato Grosso
Assistentes 1 Fabio Rodrigo Rubinho Mato Grosso
Assistentes 2 Marcelo Grando Mato Grosso
Lucca (40') do 1ºt
Gol Alejandro Guerra (39') do 1ºt
Alejandro Guerra (45') do 1ºt
1.Aranha; 2.Nino Paraíba, 3.Marllon, 4.Rodrigo16'2ºt45'2ºt e 6.João Lucas (33'2ºt21.Lins); 5.Fernando BobCapitão 16'1ºt, 8.Élton (22'2ºt23.Felipe Saraiva) e 10.Renato Cajá37'2ºt48'2ºt; 7.Claudinho (Intervalo22.Léo Artur), 9.Lucca29'2ºt e 11.Emerson Sheik21'2ºt.
Técnico: Gilson Kleina
Reservas 12.João Carlos, 13.Jeferson, 15.Kadu, 16.Luan Peres, 14.Fernandinho, 17.Wendel40'2ºt, 18.Naldo, 19.Fábio Braga, 20.Jadson, 22.Léo Artur, 21.Lins, 23.Felipe Saraiva
1.Fernando PrassCapitão; 12.Mayke, 26.Yerry Mina32'2ºt, 13.Luan e 4.Juninho; 45.Gabriel Furtado32'1ºt (Intervalo22.Fabiano), 8.Tchê Tchê48'2ºt e 18.Alejandro Guerra32'2ºt (39'2ºt9.Miguel Borja); 23.Roger Guedes, 17.Erik (36'2ºt7.Dudu) e 29.Willian.
Técnico: Cuca
Reservas 14.Jailson, 42.Vinícius Silvestre, 22.Fabiano, 25.Antonio Carlos, 6.Egídio, 20.Raphael Veiga, 28.Hyoran, 37.Vitinho, 7.Dudu, 9.Miguel Borja


Artilheiros

Gols
Artilheiro(s)
3 Américo Murolo
Euller
Humberto Tozzi
Lenny
Liminha
2 César Mendes
Evair
Alejandro Guerra
Leonardo de Paula
Nei Blanco
Paulinho
Servílio
Tuta
Washington


Localização e vias de acesso

Endereço: Praça Dr. Francisco Ursaia, 1900
Bairro: Ponte Preta
Telefone: (19) 2101-7200
Cidade: Campinas - SP

<googlemap version="0.9" lat="-22.913611" lon=" -47.051389" zoom="17"> -14.179186, -50.449219, Moisés Lucarelli Estádio da Ponte Preta. </googlemap>

Ferramentas pessoais