Yerry Fernando Mina González

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

YERRY MINA
Yerry Mina
Informações pessoais
Nome Completo Yerry Fernando Mina González
Nascimento 23 de setembro de 1994
Guachené Colômbia
Altura 1,95 m
Peso 87 Kg
Destro
Apelido Mina
Informações profissionais
Clube atual Palmeiras Palmeiras
Número 26
Posição Zagueiro
Estreia Sport 1x3 Palmeiras (04/07/2016) 99'
Último jogo Palmeiras 1x0 Barcelona-EQU (09/08/2017) 38'
Situação Atleta do Palmeiras
Término do Contrato 10/05/2018
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (gols)
2013 Colômbia Deportivo Pasto
2014-2016 Colômbia Santa Fe Santa Fe
2016-2017 Palmeiras Palmeiras 45 (8)
Seleção nacional
Anos Seleção Jogos (gols)
2015-2017 Seleção Colombiana Seleção Colombiana 7 (1)
Títulos
Anos Clubes Campeonato
2014 Colômbia Santa Fe Santa Fe Colômbia Torneio Finalización
2015 Colômbia Santa Fe Santa Fe Colômbia Superliga Colombiana
2015 Colômbia Santa Fe Santa Fe Sul-Americana
2016 Palmeiras Palmeiras Brasil Brasileiro

Yerry Fernando Mina González, mais conhecido como Yerry Mina (Guachené, 23 de setembro de 1994), é um futebolista colombiano que atua como zagueiro.

Tabela de conteúdo

Biografia

Mina nasceu em Guachené, norte de Cauca, e vem de uma família de jogadores. Seu pai, José Eulises Mina, foi goleiro do Deportivo Cali e Once Caldas e seu tio, Jair Mina, também atuou profissionalmente na posição. Mina começou no gol mas pai insistiu para que ele fosse para a linha. Na escolinha de formação de atletas da cidade de Guachené, Yerry assumiu a posição de volante. E costumava brilhar por ali, com um potente chute e vários gols de fora da área.

Mas a função no meio de campo durou pouco. Com uma altura considerável, ele logo foi empurrado para a zaga. E lá construiu carreira.

Foi para o Deportivo Pasto e estreou como profissional aos 19 anos. Estreou em 20 de março de 2013, contra o Deportivo Cali, em jogo válido pela Copa Colômbia. Marcou seu primeiro gol como profissional em 18 de outubro de 2013, contra o Atlético Huila. Jogou a Sul-Americana de 2013 e caiu com o Deportivo Pasto nas 8ªs de final contra a Ponte Preta. Mas seu tipo físico e futebol já atraíram olhares de outros clubes.

Em dezembro de 2013 foi contratado pelo Independiente Santa Fe. No 1º semestre de 2014 jogou a Libertadores mas o Santa Fe acabou eliminado na 1ª fase ficando em último do grupo 4, que tinha o Atlético Mineiro, Nacional do Paraguai e o Zamora da Venezuela. No Apertura Colombiano caiu na semifinal frente ao Atlético Nacional. No 2º semestre, com a chegada do técnico argentino Gustavo Costas, Mina foi ganhando a titularidade e ajudou o Santa Fe na campanha do título do Finalización Colombiano.

Em 2015 Mina se consolidou como titular dos Cardeais e mais um título foi conquistado. O da Superliga Colombiana frente ao Atlético Nacional, marcando o 1º gol no jogo final vencido por 2x0. Na Libertadores de 2015 levou o Santa Fe até as 4ªs de final, caindo diante do Internacional. Em dezembro o time dirigido pelo técnico uruguaio Gerardo Pelusso foi campeão da Copa Sul-Americana. Yerry foi escolhido como a revelação do torneio além de estar na seleção do campeonato. Mina também figurou na seleção dos melhores jogadores do futebol colombiano de 2015.

Em 2016 jogou mais uma Libertadores com o Santa Fe, que caiu na 1ª fase do torneio. No Apertura Colombiano o Santa Fe caiu nas 4ªs de final frente ao Curtuluá.

Em maio o Palmeiras anunciou como novo reforço o zagueiro de 21 anos, que se apresentou ao final do campeonato colombiano. Mina ainda jogaria a Copa América Centenário pela Seleção da Colômbia antes de se apresentar ao Palmeiras, dia 29 de junho.

Fez sua estreia no dia 4 de julho de 2016, contra o Sport, em partida pelo Brasileirão. No jogo seguinte, contra o Santos, Mina fez seu primeiro gol com a camisa do Palmeiras. Mas o zagueiro deixou o campo aos 46 minutos do 1º tempo sentindo a coxa esquerda. No dia seguinte a lesão foi confirmada e Mina acabou sendo cortado da competição de futebol dos Jogos Olímpicos.

Yerry Mina voltou da lesão e foi dos principais nomes do Palmeiras na conquista do Campeonato Brasileiro de 2016, marcando gols contra todos os rivais regionais.


Fonte:
| Novo reforço do Palmeiras era goleiro, mas pai o fez virar zagueiro-artilheiro
| Yerry Mina “embajador deportivo de Guachené” en el exterior


Seleção Colombiana

Em dezembro de 2015 Mina foi convocado pela 1ª vez pelo técnico Carlos Restrepo para a disputa de amistosos com a Seleção Sub 23 preparatórios para os Jogos Olímpicos do Rio.

Em junho de 2016 foi chamado pelo técnico José Pekerman para a seleção principal e jogou a Copa América Centenário, realizada nos Estados Unidos. A Colômbia ficou na 3ª colocação. Em outubro de 2016 foi convocado por Pekerman para a disputa das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa da Rússia. Foi titular na vitória sobre o Paraguai, em Assunção, e no empate em casa contra o Uruguai, marcando seu primeiro gol pela seleção de seu país.



Estatísticas no Palmeiras

Por ano

Ano Jogos Gols Marcados Cartões Amarelos Cartões Vermelhos
2016 15 4 5 0
2017 30 4 9 0
Total 45 8 14 0


Por campeonatos

Campeonatos Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Marcados Cartões Amarelos Cartões Vermelhos
Libertadores 7 5 0 2 3 2 0
Brasileiro 24 16 4 4 5 8 0
Copa do Brasil 6 2 2 2 0 2 0
Paulista 8 6 0 2 0 2 0
Total 45 29 6 10 8 14 0


Geral

Ano Campeonatos Jogos Gols Marcados Cartões Amarelos Cartões Vermelhos Minutos Jogados Jogou 90min Substituído
2016 Brasileiro 13 4 4 0 1056' 10 3
2016 Copa do Brasil 2 0 1 0 188' 2 0
2017 Paulista 8 0 2 0 768' 8 0
2017 Libertadores 7 3 2 0 614' 6 1
2017 Brasileiro 11 1 4 0 1023' 10 1
2017 Copa do Brasil 4 0 1 0 382' 4 0
Total 45 8 14 0 4031' 40 5


Clássicos

Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Marcados Saldo de Vitórias
3 1 0 2 1 -1
Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Marcados Saldo de Vitórias
3 1 1 1 1 0
Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Marcados Saldo de Vitórias
3 2 0 1 1 +1


Jogos


Elenco atual do Palmeiras

1 Fernando Prass • 2 Jean • 3 Edu Dracena • 4 Juninho • 5 Arouca • 6 Egídio • 7 Dudu • 8 Tchê Tchê • 9 Miguel Borja • 10 Moisés • 11 Zé Roberto • 12 Mayke • 13 Luan • 14 Jailson • 15 Michel Bastos • 16 Deyverson • 17 Erik • 18 Alejandro Guerra • 19 Bruno Henrique • 20 Raphael Veiga • 21 Thiago Santos • 22 Fabiano • 23 Roger Guedes • 25 Antônio Carlos • 26 Yerry Mina • 27 Keno • 28 Hyoran • 29 Willian • 30 Felipe Melo • 31 Thiago Martins • 37 Vitinho • 42 Vinícius Silvestre • 45 Gabriel Furtado • 49 Matheus Iacovelli • 51 Daniel Fuzato • Treinador: Cuca

Ferramentas pessoais