Prudentão

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

PRUDENTÃO
Prudentão
Informações Gerais
Nome oficial Estádio Municipal Paulo Constantino
Apelidos Prudentão
Nomes antigos EM Paulo Constantino e EM Eduardo José Farah
Local Presidente Prudente São Paulo Brasil
Características
Capacidade 45.954
Gramado Grama natural (Bermuda Tifway 419)
Extensão 104m x 70m
Construção
Data 1977 à 1982
Valor
Inauguração
Data 12 de outubro de 1982
1ª partida Corinthians PP 0x1 Santos
1º gol Paulinho McLaren (Santos)
Recordes
Público 45.972
Jogo Corinthians 1x3 Palmeiras
Data 3 de março de 1996
Outras informações
Remodelação 2007 e 2011
Expansão 1994 à 1996
Proprietário Prefeitura de Presidente Prudente
Mandante GE Prudente e Presidente Prudente FC
Administrador Secretaria Municipal de Esportes
Arquiteto Plínio Croce e Jorge Bulgarelli

O Prudentão, nome mais conhecido do Estádio Municipal Paulo Constantino, foi inaugurado em 12 de outubro de 1982, com a partida entre Santos e Corinthians de Presidente Prudente. O placar foi 1 a 0 para o time santista, com gol de Paulinho McLaren, aos 43 minutos do 1º tempo. A partida teve um público de 20.240 pessoas.

Tabela de conteúdo

História

Vista interna
Imagem aérea
Torcida do Palmeiras faz a festa
Mosaico feito pela torcida do Palmeiras em jogo no Prudentão

"Tenham a certeza de que nossa cidade em um futuro próximo terá seu nome projetado através, sobretudo do futebol, pois eu vou construir o Estádio Municipal de Futebol – o nosso Prudentão", prometia em campanha o candidato Paulo Constantino, em 1976. Três meses depois, em janeiro de 1977, Constantino assumiu a Prefeitura e em uma das ações do novo prefeito estava a criação da comissão para construção do estádio, conhecida como "Pró-Prudentão", para trabalhar junto com a Secretaria de Obras.

No dia 31 de dezembro de 1978, Milton Rodrigues, presidente da comissão "Pró-Prudentão", confirmou que o campo prudentino seria construído nos mesmos moldes do Estádio do Café, em Londrina (PR), e a área para a obra seria de 150 metros quadrados, embora ainda não existisse um local definido.

Os arquitetos Plínio Croce e Jorge Bulgarelli analisaram quatro áreas da cidade, para que uma delas abrigasse o estádio. No dia 4 de abril de 1979, o estudo realizado foi entregue e, em 21 de abril, o prefeito anunciou a compra de 8 alqueires, pela quantia de Cr$ 4 milhões. Já com a área definida, os arquitetos apresentaram o anteprojeto, divido em etapas, aos membros da Comissão, no dia 8 de maio. Na primeira parte, previa-se a construção parcial de arquibancadas para 35 mil pessoas, cabines de rádio e televisão; na segunda, outro lance de 35 mil, totalizando uma capacidade para 70 mil espectadores.

A construção do maior campo de futebol prudentino atualmente foi oficialmente iniciada na manhã do dia 27 de maio de 1979, um domingo, com autoridades e convidados presentes. Paulo Constantino contou que a obra ajudaria o futebol prudentino a retornar à divisão especial do futebol paulista, alcançada na década de 60 pela Prudentina e pelo Corinthians de Presidente Prudente. No dia 10 de julho, o então governador Paulo Maluf destinou Cr$ 20 milhões para as obras. Em outubro de 79, o prefeito e vice de Prudente foram até o Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, e se encontraram com Maluf. Na reunião, foi assinado um convênio para a liberação de mais Cr$ 10 milhões.

No dia 22 de junho de 1980, foi concluído o serviço de terraplenagem e a abertura da avenida que liga o estádio e os bairros vizinhos ao centro. Em agosto, a Prefeitura assumiu os serviços de instalação das arquibancadas. Em maio de 1982 a obra chegou em sua fase final. Com a conclusão das arquibancadas (atual setor verde), vestiários, gramado e alambrado, o trabalho se voltou para os banheiros do público, bares, lanchonetes e estacionamento. Por fim, em outubro de 82, o Prudentão passou pelos reparos finais, como a pintura.

Primeira partida

A inauguração do estádio prudentino foi em 12 de outubro de 1982. Os ingressos para aquele dia custaram entre Cr$ 300 e Cr$ 500. Veteranos da Prudentina e do Corinthians prudentino se enfrentaram, antes do jogo amistoso entre os times profissionais do Corinthinha e do Santos Futebol Clube. Cerca de 20 mil pessoas, de acordo com publicação do jornal O Imparcial, assistiram o primeiro jogo no estádio. A vitória foi da equipe visitante, com gol de Paulinho McLaren.


Expansão e melhorias

Com a realização dos 56º Jogos Abertos do Interior na cidade de Prudente, em outubro de 92, várias praças esportivas locais ganharam melhorias. O Prudentão não ficou de fora, e dentre os presentes recebidos no ano de sua primeira década, destaque para a inauguração de torres com refletores instalador nos cantos do estádio.

Um ano depois, em 1993, o estádio foi marcado pela primeira ampliação das arquibancadas. As obras foram finalizadas no início de 1994. A capacidade aumentou de 23.751 para 30 mil pessoas. E em 1995, o estádio recebeu mais melhorias para realizar o primeiro jogo entre grandes clubes brasileiro. No dia 7 de setembro, o Palmeiras venceu o Botafogo por 2x1, pelo Campeonato Brasileiro. Ainda em 95, após o jogo entre Palmeiras e Botafogo, mais obras ocorreram no local. Dessa vez, começou a construção das arquibancadas no lado sul do estádio, onde hoje se localiza o setor azul. A nova capacidade foi aumentada para 42 mil lugares. A reforma ficou pronta em fevereiro de 1996.

Anos depois, no dia 21 de abril de 2007, uma ventania, a qual chegou a 111 km/h, de acordo com o Centro de Meteorologia da Unesp, atingiu Prudente e causou diversos estragos. Um desses danos ocorreu no Prudentão, que teve sua cobertura totalmente danificada, assim como 15 cabines de rádio. As obras decorrentes da retirada das ferragens, as quais duraram cerca de 120 dias, atrasaram o processo licitatório. Em 15 de agosto de 2008, a cobertura começou a ser instalada e o investimento chegou a R$ 230 mil. O projeto visou também criar um espaço de 550 metros quadrados para o novo setor de cabines. Em setembro daquele ano, as obras se concretizaram.

Em 2009 o estádio recebeu um placar eletrônico.


Números do Prudentão

Com as diversas reformas sofridas ao longo dos anos, o estádio comporta 45.954 torcedores (segundo o Cadastro Nacional de Estádios de Futebol - Cnef) e é o 9º entre os maiores do país. Fora das capitais, o Prudentão é o segundo maior estádio do País, perdendo somente para o Parque do Sabiá, em Uberlândia.

As arquibancadas são divididas nos setores amarelo, azul e verde (central). O estádio possui estacionamento, 1.560 cadeiras cativas, 2.160 cadeiras no setor VIP, 11 cabines para emissoras de rádio e TV e 4 camarotes. Em dias de grandes jogos são montados postos policiais e de atendimento médico.


Fatos importantes

A história reservou ao Estádio Municipal de Presidente Prudente, o primeiro gol de Ronaldo com a camisa do Corinthians. No domingo 8 de março de 2009, durante o Clássico Palmeiras x Corinthians, aos 47 do segundo tempo, após cobrança de escanteio, Ronaldo cabeceou e marcou o primeiro gol com a camisa do Corinthians. Na ocasião o clássico terminou empatado em 1 a 1, e o jogo teve um público de 44.479 torcedores e uma renda de R$ 1.349.390,00.

Foi também no Prudentão que Neymar marcou seu 100º gol como profissional. O gol aconteceu aos 25 minutos do 2º tempo, na derrota do Santos por 2 a 1 para o Palmeiras. O jogo foi válido pela 5ª rodada do Campeonato Paulista, realizado no dia 5 de fevereiro de 2012.

O Corinthians prudentino, única equipe profissional na época, mandava seus jogos no Prudentão. Isso aconteceu até 1991, quando o Corintinha começou a revesar alguns mandos entre o estádio Caetano Peretti e o Prudentão, que acabou abandonando em 1992. O time local passou a mandar jogos esporádicos no Prudentão.

Em 2006, o futebol prudentino enfrentou mudanças. Com o fim do Corinthians prudentino, surgiu o Oeste Paulista Esporte Clube (Opec). O Presidente Prudente Futebol Clube (PPFC) era a outra equipe profissional da cidade. Quase 40 anos depois, Prudente voltou a ter dois times em disputas da FPF. Isso havia ocorrido, pela última vez, com Corinthians prudentino e Prudentina.

Em 2010, o Grêmio Barueri mudou sua sede de Barueri para Presidente Prudente, mandando todos os seus jogos no Prudentão.

Em maio de 2012, a equipe recém-chegada na cidade foi vendida e voltou para sua terra natal, Barueri. Com isso, o Prudentão ficou aproximadamente um ano sem receber partidas de um time local, em campeonatos profissionais.

No início de 2012, surgiu mais um time de futebol profissional na cidade. O antigo Oeste Paulista cedeu a razão social e mudou de nome, para se transformar no Grêmio Esportivo Prudente.


Mudanças de nome

Em março de 2013, em votação na Câmara Municipal de Presidente Prudente, o estádio voltou a se chamar Paulo Constantino. O Prudentão ganhou a denominação de Paulo Constantino em 1982, através de decreto assinado pelo então prefeito Benedito Aparecido Pereira do Lago, em homenagem ao seu antecessor, Paulo Constantino, que foi prefeito de Presidente Prudente entre 1977-1980 e 1989-1992 e quem idealizou e construiu a primeira etapa da obra.

Em 15 de março de 2002, foi aprovado projeto de lei de autoria dos vereadores Telmo de Moraes Guerra, Luiz Gomes Pedrosa e José Hélio Cortez, alterava o nome do estádio para “Eduardo José Farah”, então presidente da Federação Paulista de Futebol e amigo do então prefeito Agripino Lima, que sancionou o ato.


Fonte

O texto acima foi retirado do TCC (Trabalho de conclusão de curso) dos alunos da Faculdade de Comunicação Social da Unoeste, 2012: "Do palanque ao gramado: A história do Estádio Prudentão contada por meio do videodocumentário", de:

  • Ariane Gonçalves da Silva
  • João Paulo de Tilio
  • Mateus Tarifa
  • Patrícia Cacheffo
  • Thamires Fonseca

| Prudentão: uma história que não foi contada


Estatísticas

Todos os jogos e números do Palmeiras no estádio Prudentão.

Total:

Estádio Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Prudentão 20 11 5 4 42 30 +7


Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x Corinthians 7 4 3 0 17 9 +4
Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x São Paulo 3 2 1 0 9 6 +2
Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x Santos 2 2 0 0 3 1 +2


Jogos

Todos os jogos do Palmeiras no Prudentão


Último Jogo


Água Santa Palmeiras
Campeonato Paulista
12ª rodada
27 de março de 2016
Domingo
16h00
Água Santa 4 x 1 Palmeiras Estádio Prudentão, Presidente Prudente São Paulo
Público 2.821
Renda R$ 149.950,00
Árbitro Leandro Bizzio Marinho São Paulo
Assistentes 1 Daniel Paulo Ziolli São Paulo
Assistentes 2 Osvaldo Apipe de Medeiros Filho São Paulo
Gustavo (35') do 1ºt
Everaldo (44') do 1ºt
Bruninho (48') do 1ºt
Roger Carvalho (contra,21') do 2ºt
Gol Robinho (p,43') do 1ºt
1.Dheimison; 2.Pedro, 4.Eli SabiáCapitão, 3.Gustavo e 6.Tarracha (23'2ºt16.Bruno Ré49'2ºt); 5.Russo42'1ºt, 8.Sérgio Manoel, 10.Tchô (43'2ºt13.Rafael Tavares) e 11.Francisco Alex; 7.Bruninho (20'2ºt18.Éder Loko) e 9.Everaldo.
Técnico: Márcio Bittencourt
Reservas 12.Roberto Volpato, 13.Rafael Tavares, 14.Augusto, 15.Jonathan, 16.Bruno Ré, 17.Guina, 18.Éder Loko, 19.Matheus, 20.Guarú, 21.Rafael Martins, 22.Rafael Santiago
1.Fernando Prass; 2.Lucas (Intervalo22.João Pedro), 3.Edu DracenaCapitão 18'2ºt, 13.Roger Carvalho e 6.Egídio45'2ºt; 21.Thiago Santos (Intervalo30.Régis), 5.Arouca e 27.Robinho; 20.Allione, 14.Erik (14'2ºt11.Zé Roberto) e 19.Rafael Marques.
Técnico: Cuca
Reservas 25.Vágner, 22.João Pedro, 31.Thiago Martins, 44.Leandro Almeida, 11.Zé Roberto, 18.Gabriel, 17.Jean, 30.Régis


Artilheiros

Gols
Artilheiro(s)
3 Barcos
Müller
Obina
2 Charles
Diego Souza
Fernandão
Leandro


Localização e vias de acesso

Endereço: Av. Pres. Juscelino Kubitscheck, s/nº
Bairro: Jardim Maracanã
Telefone:
Cidade: Presidente Prudente - SP


Mapas

Clique no link abaixo para visualizar o estádio no

|→ Flash Earth
|→ Google Maps
|→ WikiMapia

Ferramentas pessoais