Morumbi

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

MORUMBI
Estádio Morumbi
Informações Gerais
Nome oficial Estádio Cícero Pompeu de Toledo
Apelidos Morumbi
Local São Paulo, SP
Características
Capacidade 66.795
Gramado Grama natural (Bermuda Tifway)
Extensão 108,25m x 72,7m
Construção
Data jul/1953 a dez/1969
Valor
Inauguração
Data 2 de outubro de 1960
1ª partida São Paulo 1x0 Sporting-POR
1º gol Peixinho (São Paulo)
Recordes
Público 146.072
Jogo Corinthians 1x2 Ponte Preta
Data 9 de dezembro de 1977
Outras informações
Remodelação 1994-1996, 2000, 2006, 2009
Expansão 1968-1969
Proprietário São Paulo Futebol Clube
Mandante São Paulo
Administrador São Paulo
Arquiteto João Batista Vilanova Artigas

O Estádio Cícero Pompeu de Toledo, também chamado de Estádio do Morumbi, é um estádio preparado para jogos de futebol, sede oficial do time brasileiro de futebol São Paulo Futebol Clube. Pelo seu tamanho, abrigou a maioria dos clássicos do futebol paulista disputados em São Paulo, além de já ter recebido a Seleção Brasileira inúmeras vezes. O Morumbi é o terceiro maior estádio do Brasil, superado apenas pelo Maracanã e pelo Mineirão.

Tabela de conteúdo

História

Vista aérea

Nos primeiros anos de sua existência, o São Paulo utilizou como sede e campo a Chácara da Floresta, (localizada à esquerda da Ponte das Bandeiras, junto ao rio Tietê, na zona central da capital paulista). Daí ser empregado o nome de São Paulo da Floresta quando se fala da primeiro período de existência da agremiação, de janeiro de 1930 até maio de 1935.

Quando o clube foi refundado em dezembro de 1935, não tinha um campo próprio, situação que perdurou até 1938, quando a união com o Estudante Paulista rendeu ao São Paulo a posse do campo da Mooca pertencente à Antárctica. Em 1940 passou a usar o Pacaembu.

O Deutsch Sportive, clube da colônia alemã em São Paulo, possuía um imóvel no bairro do Canindé, onde praticava os mais variados esportes. Mas, com a declaração de guerra do governo brasileiro aos países do Eixo, durante a Segunda Guerra Mundial, começa uma perseguição a clubes das colônias desses países, inclusive a alemã. Em 1944, o São Paulo comprou o Canindé, e o registrou como propriedade de Cícero Pompeu de Toledo, abaixo do valor de mercado. Visto que com aquele cenário político, o Governo poderia desapropriar o imóvel a custo zero, o Deutsch Sportive preferiu vender seu patrimônio a preço de banana (cerca de 740 contos de réis) a perdê-lo totalmente. Até porque, o São Paulo usava de sua força política dentro do Governo, para incorporar o imóvel ao seu patrimônio.

O Canindé só foi utilizado como sede social e local para treinamentos; a área era pequena para a construção de um grande estádio e então surgiram ideias e projetos para a viabilização de uma praça esportiva em algum outro local da cidade.

Fachada do estádio

Em dezembro de 1950, a imobiliária Aricanduva, na qual o dono era o governador Adhemar de Barros, conseguiu um empréstimo do Governo do Estado de SP (!) para fazer a terraplanagem e desenvolver toda a infra-estrutura na região do Morumbi. Na época, o escândalo foi grande. Mais um na vida de Adhemar de Barros. O nome do bairro então foi batizado como Jardim Leonor, em homenagem a esposa do governador.

O sonho de construir um grande estádio começou a se tornar realidade. A idéia inicial era a área onde atualmente encontra-se o Parque do Ibirapuera, na época uma região alagada, mas o então vereador Jânio Quadros impediu que o clube recebesse a área da prefeitura. A questão foi resolvida, o Governo do Estado doou uma área de aproximadamente 90 mil metros quadrados em região, na época inabitada, do Morumbi.

Qualquer doação de terreno público requer uma contra-partida para toda a comunidade. Responsabilidade da qual o São Paulo não se furtou em 04/08/1952, quando assinou a Escritura Pública de Doação se comprometendo com a Prefeitura de São Paulo, a construção de um parque infantil, com acesso a todas as pessoas sem qualquer distinção. Outro compromisso firmado era destinar um espaço de 25 mil metros quadrados para um estacionamento de automóveis. As contra-partidas referentes a doação de área pública, contidas no processo 30.822/52 da Prefeitura de São Paulo, jamais foram concretizadas.

Em 1952, o presidente do clube, Cícero Pompeu de Toledo, procurou Laudo Natel, diretor do Bradesco e amigo ligado a Adhemar de Barros, propondo-lhe que assumisse o clube administrativamente. Natel ficou seis anos como diretor de finanças e, depois, foi eleito presidente em sete mandatos.

As obras para a construção do novo estádio começaram em 1953.

Em 1955, o clube vendeu a sede do Canindé a um conselheiro, Wadih Sadi (que depois foi diretor na gestão Laudo Natel), que o revendeu à Portuguesa de Desportos um ano depois. O dinheiro só serviu para pagar as dívidas do São Paulo.

A partida que inaugurou o estádio aconteceu no dia 2 de outubro de 1960. O São Paulo venceu o Sporting Lisboa, por 1x0. O primeiro gol do Morumbi foi marcado por Peixinho (Arnaldo Poffo Garcia), aos 12 minutos de jogo, diante de 56.448 pessoas que lotavam o estádio ainda inacabado.

Em 1966, o governador de São Paulo, Adhemar de Barros é afastado do cargo de governador, pelo presidente da república Castelo Branco, e teve seus direitos políticos cassados por dez anos, sob a acusação de corrupção. O mesmo governo militar que Adhemar ajudou a colocar no poder, agora o destituia. Assumiu seu vice, Laudo Natel, que também era presidente do São Paulo Futebol Clube. Foi na época do governador-presidente do SP, Laudo Natel, que a construção do estádio do Morumbi deslanchou.

A inauguração total do Morumbi ocorreu no dia 25 de janeiro de 1970. A partida de comemoração foi entre São Paulo e Porto, de Portugal, e terminou empatada em 1x1. O público foi de 107.069 espectadores presentes (59.924 pagantes).

O jogo teve a presença do presidente da República, o general Emílio Garrastazu Médici, e do governador paulista, Abreu Sodré.

Nos anos 90, sua capacidade foi reduzida de 120 para 85 mil espectadores nos anos 90, por medida de segurança. Entre 1994 e 1996 o estadio passou por uma série de reformas para melhorias na estrutura (que apresentava falhas) e para a colocação de assentos nas arquibancadas e nas chamadas "gerais" e teve a capacidade reduzida em 10 mil pessoas.


Estatísticas

Todos os jogos e números do Palmeiras no estádio do Morumbi.

Total:

Estádio Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Morumbi



Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x São Paulo 117 25 43 49 120 166 -24


Jogos

Todos os jogos do Palmeiras no Morumbi - Em construção


Último Jogo


São Paulo Palmeiras
Campeonato Brasileiro
4ª rodada
29 de maio de 2016
Domingo
16h00
São Paulo 1 x 0 Palmeiras Estádio Morumbi, São Paulo São Paulo
Público 21.016
Renda R$ 654.075,00
Árbitro Ricardo Marques Ribeiro Minas Gerais
Assistentes 1 Danilo Ricardo Simon Manis São Paulo
Assistentes 2 Anderson José de Moraes Coelho São Paulo
Paulo Henrique Ganso (11') do 1ºt
Gol
1.Denis; 2.Bruno, 27.MaiconCapitão, 5.Diego Lugano23'1ºt e 28.Matheus Reis; 23.Thiago Mendes (42'2ºt17.Rogério), 11.Wesley e 10.Paulo Henrique Ganso; 20.Centurión (35'2ºt15.João Schmidt), 30.Kelvin e 14.Alan Kardec28'1ºt (38'2ºt37.Ytalo).
Técnico: Edgardo Bauza
Reservas 22.Renan Ribeiro, 26.Auro, 4.Lucão, 15.João Schmidt, 33.José Artur, 31.Luiz Araújo, 8.Daniel Corrêa, 29.Lucas Fernandes, 17.Rogério, 37.Ytalo
1.Fernando PrassCapitão; 32.Tchê Tchê, 31.Thiago Martins, 4.Vítor Hugo44'2ºt e 11.Zé Roberto32'1ºt; 21.Thiago Santos19'1ºt (Intervalo28.Moisés26'2ºt), 17.Jean e 23.Roger Guedes (Intervalo19.Rafael Marques40'2ºt); 7.Dudu, 33.Gabriel Jesus (31'2ºtErik) e 29.Alecsandro.
Técnico: Cuca
Reservas 25.Vágner, 2.Fabiano, 22.João Pedro, 13.Roger Carvalho, 16.Fabrício, 27.Matheus Sales, 28.Moisés, 37.Vitinho, 38.Artur, 19.Rafael Marques, 14.Erik, 39.Luan


Títulos

Todos os títulos que o Palmeiras conquistou no Estádio do Morumbi:

2000 - Rio-São Paulo
1998 - Copa do Brasil
1993 - Campeonato Brasileiro
1993 - Campeonato Paulista
1974 - Campeonato Paulista
1973 - Campeonato Brasileiro
1972 - Campeonato Brasileiro


Localização e vias de acesso

Endereço: Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1
Bairro: Jardim Leonor
Telefone: (11) 3742-3377
Cidade: São Paulo - SP

<googlemap version="0.9" lat="-23.600114" lon="-46.720094" zoom="17"> -14.179186, -50.449219, Morumbi Estádio do São Paulo. </googlemap>

Ferramentas pessoais