Joacy Freitas Dutra

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

Edição feita às 10h41min de 19 de junho de 2013 por Fernando (Discussão | contribs)
(dif) ← Versão anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
ALENCAR
Alencar
Informações pessoais
Nome Completo Joacy Freitas Dutra
Data de nasc. 01 de agosto de 1937
Local de nasc. Maranguape (CE), Brasil
Data de falec. 27 de setembro de 1990
Altura
Peso
Informações profissionais
Posição Meia-Direita
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (gols)
Ceará
Bahia  ?? (116)
1962-1964 Palmeiras 62 (28)
Botafogo-RJ
Bangu
Botafogo-SP
Ferroviária-SP
Juventus-SP
Bahia
Títulos
Anos Clubes Campeonato
1959 Bahia Taça Brasil

Joacy Freitas Dutra, meia-direita, ganhou no futebol o nome de Alencar pelo fato de começar a carreira (no infantil do Ceará) levado por um amigo chamado assim.

Biografia

Palmeiras em excursão pelo México: Gildo, Paulinho, Alencar e Moacir
Em pé: o primeiro, com a mão no bolso é Ferruccio Sandoli e os outros dois são Arnaldo Tirone e Geninho (da esquerda para à direita). Eles conversam com os jogadores do Palmeiras. na primeira fileira, da esquerda para a direita, o segundo é Djalma Santos, depois Tarciso, Dorival e Servílio (com as mãoes nas canelas). Na fileira subsequente, atrás de Tarciso está Valdemar Carabina e depois Alencar, Paulo Leão e Aldemar. Atrás de Alencar está Ademir da Guia e à direita na foto aparece Renato. Na última fileira, o primeiro à esquerda é Vavá, o quarto é Reinaldo Lapão e o último é Nilo (1963)

Ótimo meia-direita do Bahia, Alencar ganhou destaque no Bahia e até hoje é um dos maiores artilheiros da história do time Baiano, com 116 gols, foi campeão da Taça Brasil em 1959 em cima do Santos, de Pelé. Morreu em Salvador (BA), no dia 27 de setembro de 1990, vítima de hepatite. "Foi uma pena, ainda não tinha garantia de um transplante com sucesso", comenta o filho de Alencar, Paulo Edilson Dutra.

O cearense de Maranguape deixou boas lembranças ao torcedor do Tricolor da Boa Terra. Mas não foi só no Bahia que Alencar jogou. Ele começou a carreira no Ceará e no começo dos anos 60, logo depois da conquista histórica do Bahia, Alencar se transferiu para o Palmeiras, onde jogou ao lado de Valdir Joaquim de Moraes, Geraldo Scotto e companhia.

Depois do Palmeiras, ele também defendeu o Botafogo do Rio, o Bangu, o Botafogo de Ribeirão Preto (SP), a Ferroviária de Araraquara (SP) e o Juventus (SP), antes de voltar ao Bahia no final de carreira. Parou aos 31 anos. Por se tratar de um grande craque, foi nomeado de Pelé da Bahia.

Depois de pendurar as chuteiras, Alencar virou técnico futebol. Trabalhou no Ipiranga (BA), no Treze (PB), no Fluminense de Feira de Santana (BA), no Bahia e na Catuense. Ele revelou até o Bobô (herói do título do Bahia em 88) na Catuense no começo dos anos 80.


Estatísticas no Palmeiras

Ano Campeonatos Jogos Gols Marcados Cartões Amarelos Cartões Vermelhos
1990 Paulista
Total 62 28 ? ?
Jogos Vitórias Empates Derrotas
62 28 16 18

Ferramentas pessoais