Couto Pereira

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

Couto Pereira
Couto Pereira
Informações Gerais
Nome Estádio Major Antônio Couto Pereira
Local Curitiba, PR
Construção 1932
Inauguração 15 de Novembro de 1932
Remodelação
Expandido
Proprietário Coritiba
Extensão 109m x 72m
Gramado Grama natural
Nome Antigo Estádio Belfort Duarte
Números
Capacidade 37.182
Público Recorde 67.391 (15/05/1984)
Atlético-PR x Flamengo
Primeira Partida Coritiba 4 x 2 América-RJ
Primeiro gol Gildo (Coritiba)

O Estádio Major Antônio Couto Pereira, mais conhecido simplesmente por Couto Pereira, é localizado no estado do Paraná, e pertence ao Coritiba Foot Ball Club. Está localizado no bairro Alto da Glória em Curitiba. Seus torcedores o chamam carinhosamente de Couto, Alto da Glória ou Gigante de Concreto Armado. Fundado em 15 de novembro de 1932, no jogo inaugural o Coritiba venceu o América-RJ por 4 a 2. Atualmente o estádio conta com capacidade para 37.182 pessoas.

Tabela de conteúdo

História

Foto antiga do estádio

O estádio conta com capacidade para 37.160 torcedores. A distribuição da capacidade inclui arquibancadas do setor de visitantes - 6.162 (três anéis), o setor curva de entrada - 12.882 (três anéis), sociais inferior - 334, fim do setor mauá (próximo ao setor visitantes) - 20 (primeiro anel), cadeira social superior - 5.040, cadeira social inferior - 1.027 e cadeiras Mauá - 11.345. Entre os camarotes, um camarote visitante com 21 lugares, três camarotes superiores totalizando 39 lugares, 25 camarotes inferiores (vinte com dez lugares e cinco com 22 lugares).

No estádio estão localizados 25 sanitários, sendo treze femininos e doze masculinos. Existem também dezesseis lanchonetes e quatro vestiários, além de estacionamento com duas mil vagas. Para a segurança existem 32 câmeras e uma central de monitoramento que acompanha a movimentação dos torcedores.

O campo possui medidas de 109 x 72 m, com grama do tipo Bermuda 419.

O Estádio Major Antônio Couto Pereira é o quinto maior estádio particular do Brasil (atrás apenas do Morumbi, do Estádio Arruda, do Beira-Rio e do Olímpico. O Couto Pereira é o maior estádio do Paraná e está totalmente adequado ao Estatuto do Torcedor.

Também faz parte desta etapa das obras até 2005, a construção do novo museu do Coritiba, de um restaurante e de um bar temático nas dependências internas do Estádio Couto Pereira, bem como dos novos camarotes do Couto Pereira.

Para os dirigentes dos times adversários, o Estádio Couto Pereira tem um espaço reservado junto aos torcedores do próprio time adversário, o que amplia os critérios de conforto e segurança dos visitantes. Os dirigentes do time adversário ficam acomodados num camarote exclusivo, vidros blindados e sistema de ar condicionado, frigobar e confortáveis poltronas.

Vista aérea
Fachada do estádio
Vista interna

Também os sanitários do Estádio Couto Pereira passaram por grandes reformas. Os novos sanitários estão totalmente adequados aos mais rigorosos critérios da legislação de vigilância sanitária.

Todos os lugares do Estádio do Coritiba são numerados. Um sistema de ingressos confeccionados em meio magnético e de catracas eletrônicas possibilita a setorização do estádio, que é feita pela identificação de cores.

Na atual fase de reformas do Couto, cerca de quinze mil novas cadeiras foram afixadas em diversos setores do estádio, ampliando o conforto e a segurança dos torcedores.

Anexa ao estádio Couto Pereira está a loja Coxa Mania, uma loja que vende produtos licenciados e materiais esportivos do Coritiba e da Lotto, que é a empresa patrocinadora dos materiais esportivos do Clube.

O Estádio Couto Pereira está equipado com elevadores para acesso da imprensa e autoridades às cadeiras superiores.

O Estádio Couto Pereira também está adequado à determinação da FIFA em numerar os locais para venda de ingressos. A nova capacidade do estádio foi reduzida para quarenta mil lugares sentados, dentro das exigências técnicas que permitam maior conforto e segurança para os torcedores.

O maior público da história do estádio é de 70 mil pessoas na visita do Papa João Paulo II a Curitiba. Em um jogo de futebol, o maior público é de 67.391 pessoas, registrado na segunda semi-final do campeonato brasileiro de 1983, entre Atlético Paranaense e Flamengo.

Os primeiros jogos do Coritiba aconteceram no Jóquei Clube Paranaense, nos dias em que não havia corrida. Em 1916, com o apoio dos associados, o clube se transferiu para o Parque Graciosa, no bairro do Juvevê, e ficou lá até ter o contrato rescindido. Com essa rescisão, o Coritiba pagou uma boa indenização e passou a procurar um terreno para a construção de um novo estádio.

O clube era comandado na época pelo Major Antônio Couto Pereira, que dedicou sua vida inteira ao Coritiba. Foi ele quem achou o terreno do atual estádio, pago com um empréstimo de 120 contos de réis feito na Caixa, com juros de 12% ao ano.

O novo estádio, denominado de Belfort Duarte, ficou pronto em 1932, e foi inaugurado no mesmo ano, com a partida Coritiba 4-2 América, do Rio de Janeiro. O Coxa mandou seus jogos naquele estádio até 1956, quando o então presidente Arion Cornelsen anunciou que o estádio seria reformado.

Arion alegou que a torcida do Coritiba havia crescido muito na última década e que aquele era o momento certo para a ampliação do Belfort Duarte, em vista do dinheiro que o clube havia arrecadado com a Loteria Esportiva.

Emílio Cornelsen, pai de Arion, acompanhou de perto todas as obras no estádio, sem deixar que nenhum problema ocorresse. As obras, porém, foram concluídas apenas no mandato de Evangelino da Costa Neves, que foi o encarregado de entregar esse patrimônio à torcida.

Em 1977, com as obras já concluídas, o nome do estádio foi alterado de Belfort Duarte para Major Antônio Couto Pereira, em homenagem ao homem que deu o pontapé inicial para que esse monumento pudesse existir.


Estatísticas

Todos os jogos e números do Palmeiras no estádio Couto Pereira.

Total:

Estádio Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Couto Pereira 41 14 12 15 58 63 -1



Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x Coritiba 30 6 11 13 30 46 -7
  • 2017 - Coritiba 1x0 Palmeiras - Campeonato Brasileiro (07/06/2017) GolMatheus Galdezani
  • 2016 - Coritiba 2x2 Palmeiras - Campeonato Brasileiro (15/06/2016) Gol Roger Guedes, Cristaldo • João Paulo, Leandro
  • 2015 - Coritiba 2x1 Palmeiras - Campeonato Brasileiro (12/08/2015) Gol Rafael Marques • Henrique Almeida (2)
  • 2014 - Coritiba 2x0 Palmeiras - Campeonato Brasileiro (23/11/2014)
  • 2012 - Coritiba 1x1 Palmeiras - Campeonato Brasileiro (19/07/2012) Gol Patrik
  • 2012 - Coritiba 1x1 Palmeiras - Copa do Brasil, Final (11/07/2012) Gol Betinho
  • 2011 - Coritiba 1x1 Palmeiras - Campeonato Brasileiro (03/08/2011) Gol Marcos Assunção
  • 2011 - Coritiba 6x0 Palmeiras - Copa do Brasil, 4ªs de final (05/05/2011)
  • 2009 - 0x1 - Campeonato Brasileiro (19/08/2009)
  • 2008 - 0x2 - Campeonato Brasileiro (11/05/2008)
  • 2005 - 0x1 - Campeonato Brasileiro (08/05/2005)
  • 2004 - 0x0 - Campeonato Brasileiro (19/09/2004)
  • 2001 - 1x4 - Campeonato Brasileiro (30/09/2001) Gol Pedrinho
  • 1999 - 1x2 - Campeonato Brasileiro (27/10/1999) Gol Zinho
  • 1997 - 1x1 - Campeonato Brasileiro (05/10/1997) Gol Alex
  • 1997 - 1x0 - Copa do Brasil (25/03/1997) Gol Marquinhos
  • 1989 - 3x1 - Campeonato Brasileiro (07/10/1989) Gol Paulinho Carioca, Gaúcho, Bandeira
  • 1978 - 0x0 - Campeonato Brasileiro (12/07/1978)
  • 1973 - 1x0 - Campeonato Brasileiro (16/12/1973) Gol César Maluco
  • 1972 - 0x1 - Campeonato Brasileiro (10/09/1972)
  • 1971 - 0x0 - Campeonato Brasileiro (05/12/1971)
  • 1971 - 1x0 - Campeonato Brasileiro (11/09/1971) Gol Héctor Silva
  • 1969 - 3x1 - Torneio Roberto Gomes Pedrosa (09/11/1969) Gol Edu Bala, Ademir da Guia, Madureira
  • 1966 - 1x1 - Amistoso (29/03/1966) Gol Dario
  • 1961 - Coritiba 3x1 Palmeiras - Taça Brasil, 4ªs de final - ZS (23/07/1961) Gol Geraldo II • Gaúcho, Miltinho, Duílio
  • 1959 - 1x3 - Amistoso (09/08/1959) Gol Hamílton/Coritiba (contra)
  • 1957 - 1x1 - Amistoso (27/01/1957) Gol Jorge
  • 1946 - 4x2 - Amistoso (23/11/1946) Gol Arturzinho, Lima IV (Outros 2 gols, autores desconhecidos)
  • 1946 - 1x3 - Amistoso (20/11/1946) Gol Deodato/Coritiba (contra)
  • 1938 - 3x3 - Torneio do Paraná (16/01/1938) Gol Barcelona, Mathias III, Octávio


Jogos contra o Atlético-PR:

Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x Atlético-PR 5 4 1 0 11 4 +4
  • 1975 - 4x2 - Campeonato Brasileiro (17/09/1975) Gol Edu Bala, Itamar, Nei, Fedato
  • 1973 - 2x0 - Campeonato Brasileiro (13/12/1973) Gol Leivinha, César Maluco
  • 1973 - 1x1 - Campeonato Brasileiro (05/09/1973) Gol César Maluco
  • 1970 - 1x0 - Torneio Roberto Gomes Pedrosa (11/10/1970) Gol César Maluco
  • 1946 - 3x1 - Amistoso (17/11/1946) Gol Neno, Mantovani, Coquemala/Atlético-PR (contra)


Jogos contra o Paraná:

Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x Paraná 4 2 0 2 8 9 0
  • 2002 - 1x5 - Campeonato Brasileiro (01/09/2002) Gol Dodô
  • 1996 - 3x1 - Copa do Brasil (14/05/1996) Gol Luizão, Djalminha, Marcão/Paraná (contra)
  • 1995 - 0x1 - Campeonato Brasileiro (26/08/1995)
  • 1994 - 4x2 - Campeonato Brasileiro (24/09/1994) Gol Flávio Conceição, Evair, Edmundo, Maurílio


Jogos contra o Ferroviário-PR:

  • 1938 - 5x2 - Torneio do Paraná (19/01/1938) Gol Luizinho Mesquita (3), Octávio, Barcelona


Jogos contra o Combinado Coritiba/Palestra-PR:

  • 1936 - 4x2 - Amistoso (01/11/1936) Gol Moacyr, Luizinho Mesquita, Rolando, Mathias III


Artilheiros

Gols
Artilheiro(s)
4 César Maluco
Luizinho Mesquita
2 Barcelona
Edu Bala
Octávio
Mathias III


Localização e vias de acesso

Endereço: Rua Ubaldino do Amaral, 37
Bairro: Alto da Glória
Telefone: (41) 3362-3234
Cidade: Curitiba - PR
<googlemap version="0.9" lat="-25.421389" lon="-49.259444" zoom="17"> -14.179186, -50.449219, Couto Pereira Estádio do Coritiba. </googlemap>

Ferramentas pessoais