Copa Conmebol

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

História

A Copa Conmebol, disputada de 1992 a 1999, era uma competição sul-americana oficial de futebol, que envolvia vários clubes do continente bem classificados nos seus respectivos campeonatos nacionais, além de clubes definidos por outros critérios.

A classificação para a competição era garantida quando os clubes obtivessem uma colocação do 3º ao 6º lugar no campeonato nacional. As confederações dos países participantes também escolhiam times aleatórios para disputar a competição, independente da classificação destes no campeonato nacional, para completar o grupo de times que disputavam o torneio.

No caso do Brasil, o vice campeão da Copa do Brasil também era classsificado para a copa. Foi a primeira competição Sul Americana que começou a se enquadrar no formato da Copa da UEFA.

O torneio não surtiu o efeito esperado pela Conmebol, uma vez que esta competição existia a sombra de dois outros campeonatos na época, A Supercopa da Libertadores (que em 1998 se transformaria na Copa Mercosul, hoje Copa Sul-Americana) e a Copa Libertadores da América, e isto causava um amplo desenteresse dos clubes e das torcidas em relação esta competição.

No último ano de sua edição, em 1999 a Copa Conmebol teve seu critério de classificação alterado. Como a Copa Mercosul havia sido criada em 1998, por convenção de tratado das américas, todos os times classificados para a Conmebol deveriam disputar a Mercosul em 1999, como forma de contemplar o acordo não somente na política como no futebol. Assim ela deixou seus critérios de lado nas suas últimas edições, deixando participar somente times de pequena expressão, o que acabou desvalorizando o título nesse último ano.


Copa Conmebol 1996

Palmeiras e o Bragantino, disputaram em jogo de ida e volta uma vaga nas Quartas-de-final da Copa Conmebol.


Bragantino 5 x 1 Palmeiras
Data: 24 de setembro de 1996
Estádio: Marcelo Stéfani
Público: n/d
Renda: n/d
Árbitro: Dalmo Bozzano (SC)
Palmeiras: Marcos, Gustavo, Sandro, Roque Júnior, Wágner (Fernando Diniz), Galeano, Leandro Ávila (Leonardo), Rincón, Elivélton, Luizão, Viola (Júnior) Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Bragantino:
Gol Palmeiras: Luizão (10' pênalti) 1º t
Gols Bragantino: Kelly (21' pênalti), Sandro (contra 44') 1º t, Alex (17'), Kelly (20'), Gílson (44') 2º t


Palmeiras 3 x 0 Bragantino
Data: 01 de outubro de 1996
Estádio: Palestra Itália
Público: n/d
Renda: n/d
Árbitro: Oscar Roberto Godói (SP)
Palmeiras: Marcos, Cafu, Sandro, Cléber, Júnior (Leonardo), Galeano (Fernando Diniz), Flávio Conceição, Elivélton, Djalminha, Luizão (Cris), Viola Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Bragantino: Biro-Biro
Gols Palmeiras: Djalminha (31'), Viola (40') 1º t, Leonardo (22') 2º t



O Bragantino avançou para a fase seguinte da competição.

Ferramentas pessoais