Cleiton Ribeiro Xavier

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

CLEITON XAVIER
Cleiton Xavier
Informações pessoais
Nome Completo Cleiton Ribeiro Xavier
Nascimento 23 de março de 1983
São José da Tapera Alagoas Brasil
Altura 1,78 m
Peso 72 kg
Destro
Apelido CX10
Informações profissionais
Clube atual Brasil Vitória Vitória
Posição Meia
Estreia Santo André 0x1 Palmeiras (21/01/2009)
Último jogo Vitória 1x2 Palmeiras (11/12/2016) (73')
Situação
Término do Contrato 05/02/2018
Clubes de juventude
Anos Clubes Jogos (gols)
BrasilAlagoas CSA
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (gols)
2001-2002 CSA CSA-AL
2002-2004 Internacional Internacional
2005 Sport Sport
2005 Brasiliense Brasiliense
2006 Distrito Federal Gama
2006 Marília Marília
2007-2008 Figueirense Figueirense 61 (12)
2009-2010 Palmeiras Palmeiras 90 (16)
2010-2015 Ucrânia Metalist Kharkiv Metalist Kharkiv
2015-2016 Palmeiras Palmeiras 52 (5)
2017 Vitória Vitória
Seleção nacional
Anos Seleção Jogos (gols)
2003 Seleção Brasileira Brasil Sub-20 5 (0)
2009 Seleção Brasileira Seleção Brasileira 0 (0)
Títulos
Anos Clubes Campeonato
2003 Internacional Internacional Rio Grande do Sul Gaúcho
2004 Internacional Internacional Rio Grande do Sul Gaúcho
2008 Figueirense Figueirense Santa Catarina Catarinense
2015 Palmeiras Palmeiras Brasil Copa do Brasil
2016 Palmeiras Palmeiras Brasil Brasileiro


Tabela de conteúdo

Biografia

Cleiton Ribeiro Xavier ou simplesmente Cleiton Xavier, alagoano de São José da Tapera, chegou ao Palmeiras através da parceira Traffic, joga no meio campo.

Foi revelado pelo CSA, jogou no clube alagoano até 2003, e neste ano, foi contratado pelo Internacional de porto Alegre. Cleiton disputou, pela Seleção Brasileira, os Jogos Pan-americanos de 2003.

Ainda pelo Internacional, Cleiton foi emprestado diversas vezes, mas foi no Figueirense , em 2008, queconseguiu grande destaque nacional, mesmo vendo seu time sendo rebaixado.

Ao chegar ao Palmeiras, já alcançou uma marca histórica no clube, fez cinco gols em seus cinco primeiros jogos, feito obtido, até então, apenas pelo meia Humberto Tozzi e pelo atacante Tupãzinho.

Foi convocado de última hora pelo treinador Dunga para jogo da Seleção Brasileira nas eliminatórias contra o Chile, no dia 7 de Setembro de 2009, onde estava em grande fase, mas acabou não sendo aproveitado pelo técnico do Brasil.

Na Libertadores daquele ano, na última partida da 1ª fase, Palmeiras e Colo-Colo disputavam a 2ª vaga do grupo. O duelo final entre as equipes ficou conhecida como "A Batalha dos Andes". Um jogo épico que teve de tudo, duas bolas na trave de Keirrison no 1º tempo, Pierre saiu contundido, mas não sem antes salvar um gol feito da equipe chilena, o zagueiro Marcão foi expulso, Diego Souza saiu machucado após cair de costas no gramado em uma finalização de bicicleta. Os deuses pareciam conspirar contra o Palmeiras. Só pareciam, porque aos 41 minutos do 2º tempo, Cleiton Xavier resolve colocar seu nome na história do clube, com um dos maiores golaços do time na Libertadores. O gol salvador que classificou o time para as 8ªs de final da competição.

Veja o vídeo:


Em julho de 2010, após a Copa do Mundo, a Traffic (dona do seu passe o negociou com o Metalist Kharkiv, da cidade de Carcóvia na Ucrânia.

No Leste Europeu, continuou protagonista e virou ídolo. No dia 7 de fevereiro de 2015, após quase cinco anos na Ucrânia, Cleiton rescindiu seu contrato com o Metalist Kharkiv, após sofrer com problemas de atraso de salários, e voltar ao Palmeiras, que o recebeu com a camisa 8 e de braços abertos.

Com a demora de sua documentação vinda da Ucrânia, Cleiton não pode ser inscrito na primeira fase do Campeonato Paulista, nem participar das primeiras partidas da Copa do Brasil.

Só apenas dois meses depois de ter assinado contrato com o clube, Cleiton foi apresentado pelo Palmeiras no dia 9 de abril. Três dia depois, o jogador fez sua reestreia pelo Palmeiras, pelas 4ªs de final do Campeonato Paulista contra o Botafogo-SP, entrou aos 45 minutos do segundo tempo.

| → Em janeiro de 2017, Cleiton acerta por dois anos com o Vitória.


Estatísticas no Palmeiras

Por ano

Ano Jogos Gols Marcados Cartões Amarelos Cartões Vermelhos
2009 61 9 5 0
2010 29 7 3 1
2015 17 1 1 0
2016 35 4 3 0
Total 142 21 12 1


Por campeonatos

Campeonatos Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Marcados Cartões Amarelos Cartões Vermelhos
Libertadores 13 7 3 3 3 1 0
Brasileiro 79 41 19 19 8 4 0
Copa do Brasil 10 6 2 2 2 0 0
Paulista 38 18 12 8 8 5 1
Amistosos 2 1 0 1 0 2 0
Total 142 73 36 33 21 12 1


Geral

Ano Campeonatos Jogos Gols Marcados Cartões Amarelos Cartões Vermelhos
2009 Paulista 17 3 3 0
2009 Libertadores 12 3 1 0
2009 Brasileiro 32 3 1 0
2010 Paulista 16 5 1 1
2010 Copa do Brasil 4 1 0 0
2010 Brasileiro 7 1 0 0
2010 Amistosos 2 0 2 0
2015 Paulista 4 0 1 0
2015 Copa do Brasil 3 1 0 0
2015 Brasileiro 10 0 0 0
2016 Paulista 1 0 0 0
2016 Libertadores 1 0 0 0
2016 Brasileiro 30 4 3 0
2016 Copa do Brasil 3 0 0 0
Total 142 21 12 1


Clássicos

Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Marcados Saldo de Vitórias
5 2 2 1 1 +1
Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Marcados Saldo de Vitórias
9 4 2 3 0 +1
Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Marcados Saldo de Vitórias
7 3 2 2 0 +1

Ferramentas pessoais