Canindé

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

CANINDÉ
Canindé
Informações Gerais
Nome oficial Estádio Doutor Oswaldo Teixeira Duarte
Apelidos Canindé
Nomes antigos Ilha da Madeira e Independência
Local São Paulo, SP São Paulo Brasil
Características
Capacidade 21.004
Gramado Grama natural
Extensão 106,4m x 70,5m
Construção
Data 1953
Valor
Inauguração
Data 11 de novembro de 1956
1ª partida Portuguesa 3x2 Combinado SEP/SPFC
1º gol Nelsinho (SPFC)
Recordes
Público 25.662
Jogo Portuguesa 1x3 Corinthians
Data 10 de outubro de 1982
Outras informações
Remodelação 1972 e 1973
Expansão
Proprietário Portuguesa
Mandante Portuguesa
Administrador Portuguesa
Arquiteto Hoover Américo Sampaio

O Estádio do Canindé (oficialmente Estádio Doutor Osvaldo Teixeira Duarte) é um estádio de futebol localizado às margens do Rio Tietê, na cidade de São Paulo e cuja propriedade é da Associação Portuguesa de Desportos, clube social-poliesportivo ligado à colônia portuguesa da capital paulista.

Tabela de conteúdo

História

Vista interna do estádio
Estádio em vista aérea
Fachada do estádio

O Deutsch Sportive, clube da colônia alemã em São Paulo, possuía um imóvel no bairro do Canindé, onde praticava os mais variados esportes. Mas, com a declaração de guerra do governo brasileiro aos países do Eixo, durante a Segunda Guerra Mundial, começa uma perseguição a clubes das colônias desses países, inclusive a alemã.

O Deutsch resolve vender seu imóvel temendo perdê-lo confiscado. Por sua vez, o São Paulo Futebol Clube, que resolvera o seu problema com estádio para jogos, adotando ao Estádio do Pacaembu, ainda não tinha um local para treinamento. Comprou então o Canindé em 29 de janeiro de 1944, por 740 contos de Réis. Ainda, pelo acordo deveria permitir que os membros do clube vendedor continuassem usando as instalações. O Deutsch Sportive mudou de nome para Guarani, abrasileirando-se e fugindo de perseguições. Mais tarde, seus sócios aderiram ao São Paulo.

Em 1956, a Portuguesa adquiriu o imóvel no bairro do Canindé, do seu proprietário, Wadih Sadi. Este, um sócio do São Paulo Futebol Clube, que comprara o imóvel do próprio clube um ano antes. No local havia apenas uma pequena infra-estrutura, que incluía: um campo para treinos, um pequeno salão, vestiários e outras depedências de treinamento. Para que pudessem ser realizadas partidas oficiais no local e atender às exigências da Federação Paulista de Futebol, foram realizadas várias reformas, levantados alambrados e uma arquibancada provisória de madeira. Estas primeiras arquibancadas acabaram conferindo ao estádio o apelido carinhoso de "Ilha da Madeira" — título que, além de ser alusivo à condição da edificação, também se refere à ilha portuguesa.

Com tais características, o Canindé recebeu sua primeira partida oficial em 11 de janeiro de 1956, quando a Portuguesa venceu uma seleção formada pelos rivais Palmeiras/São Paulo por 3 a 2. Nelsinho do São Paulo fez o primeiro gol desta partida no estádio ainda de madeira. Com o nome de Estádio Independência, o Estádio do Canindé foi inaugurado oficialmente em 9 de Janeiro de 1972, com a partida Portuguesa 3 a 1 Benfica. Nessa inauguração oficial, já contou com arquibancadas de concreto mas sua capacidade ainda era de apenas dez mil espectadores. Em 1979 o presidente Manuel Mendes Gregório rebatizou o estádio com o atual nome de Estádio Dr. Osvaldo Teixeira Duarte. A capacidade total foi ampliada para 28.500 espectadores sentados. Anteriormente à construção deste estádio, porém, foi encomendado ao arquiteto João Batista Vilanova Artigas (o qual já havia projetado o Estádio do Morumbi na década anterior) um estudo para o estádio-sede do clube, no mesmo local. Este estudo - caracterizado por arquibancadas triagulares e por estar aberto às marginais -, porém, foi descartado em favor do projeto que constitui o atual estádio.


Estatísticas

Todos os jogos e números do Palmeiras no estádio do Canindé.

Total:

Estádio Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Canindé 46 16 13 17 59 53 -1


Jogos contra a Portuguesa:

Estádio Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Portuguesa 24 6 5 13 26 36 -7


Jogos

Todos os jogos do Palmeiras no Canindé


Último Jogo


Portuguesa Palmeiras
20ª rodada - Brasileiro
29 de agosto de 2012
4ª-feira, 20:30h
Portuguesa 3 x 0 Palmeiras Estádio: Canindé, São Paulo (SP)
Público: 7.531
Renda: R$ 214.390,00
Árbitro: Wilson Luiz Se­neme (FIFA-SP)
Bruno Mineiro (04) do 2ºt
Bruno Mineiro (25) do 2ºt
Moisés (39) do 2ºt
Gol
Dida; Luís Ri­cardo, Gus­tavo, Val­do­miro e Ro­gério (38'2ºtLima); Fer­di­nando18'2ºt, Léo Silva, Moisés01'2ºt e Bo­quita10'1ºt; Ana­nias42'1ºt (36'2ºtDiego Viana) e Bruno Mi­neiro (45'2ºtMaylson).
Técnico: Ge­ninho
Bruno; João Vítor, Le­andro Amaro08'2ºt, Thiago He­leno45'1ºt e Ju­ninho; Hen­riqueCapitão 01'2ºt, Corrêa (14'2ºtMárcio Araújo), Ma­zinho (14'2ºtObina) e Val­divia42'1ºt; Be­tinho (IntervaloMaikon Leite) e Barcos.
Técnico: Luiz Felipe Scolari



Artilheiros

Gols
Artilheiro(s)
5 Jorginho Putinatti
3 Kléber
Luan
Marcos Assunção
Thiago Heleno
2 Arce
Baltazar
Enéas
Keirrison
Patrik
Valdivia


Localização

Endereço: Rua Comendador Nestor Pereira, 33
Bairro: Canindé
Telefone: (11) 2125-9400
Cidade: São Paulo - SP


Mapas

Clique no link abaixo para visualizar o estádio no

|→ Flash Earth
|→ Google Maps
|→ WikiMapia

Ferramentas pessoais