Boca Juniors

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

Tabela de conteúdo

Clube

Nome do Clube: Club Atlético Boca Juniors
Cidade: Buenos Aires, Argentina
Data de Fundação: 03 de Abril de 1905
Estádio: La Bombonera
Mando: La Bombonera
Site: http://www.bocajuniors.com.ar
História: O Boca Juniors foi fundado por 5 jovens imigrantes italianos que moravam no bairro de La Boca. O nome do clube foi tomado diretamente do bairro e agregada a palavra "Juniors", para dar um tom mais inglês, que dava mais prestígio, contrastando com a fama de "bairro difícil" que tinha La Boca aquela época. As cores, azul e amarelo, foram tomadas de um barco sueco. Considerado um dos cinco grandes do futebol argentino, o Boca tem uma tradicionalíssima rivalidade com o River, e os jogos entre as equipes, além de serem muito disputados, atraem a atenção de muitos fãs do futebol na Argentina e no resto do mundo. O clube foi conhecido durante anos como "O Terror dos Times Brasileiros".

Estatísticas

Retrospectos

Geral

Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x Boca Juniors 21 7 11 3 34 25 +4


Por Torneios

Campeonatos Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Libertadores 6 1 4 1 13 9 0
Mercosul 2 1 1 0 4 2 +1
Torneio de Mar del Plata 3 2 1 0 4 1 +2
Amistosos 7 1 4 2 7 10 -1


Por Mando

Como Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Mandante 11 4 5 2 19 13 +2
Visitante 8 2 5 1 11 9 +1
Neutro 2 1 1 0 4 3 +1
Última Atualização: 9 de julho de 2010


Primeira Partida

No Brasil

Palestra Italia 1 x 1 Boca Juniors
Juíz: Sposito
Palestra Italia: Aymoré; Carnera e Machado; Tunga, Dula e Tuffy; Mendes, Lara, Romeu Pellicciari, Carnieri e Rolando. Técnico: Ventura Cambón
Gols: Cáceres (06') e Carnieri (39') do 1º tempo


Na Argentina

  • Jogo amistoso realizado em 28/02/1959, no estádio La Bombonera.

Boca Juniors 1 x 1 Palmeiras
Juíz: Padron (ARG)
Boca Juniors: Mussimessi; Barberis, De Gioia e Edwards; Rattín (Natiello) e Schandlein; Herminio González, Ambrois (Biaggio), Mansilla, Juan Carlos Rodríguez e Yudica. Técnico: José Manuel Moreno Fernández
Palmeiras: Valdir de Moraes; Jorge e Édson; Geraldo Scotto, Valdemar Carabina e Ivan; Ari (Parada), Ênio Andrade, Romeiro, Américo e Nardo (Tomazinho). Técnico: Osvaldo Brandão
Gols: Ambrois (32') e De Gioia (contra, 38') do 2º tempo


Último Jogo

Em São Paulo

Palmeiras 0 x 2 Boca Juniors
Juíz: Cléber Wellington Abade (SP)
Público: 17.786
Renda: R$ 1.214.512,00
Palmeiras: Bruno (Deola); Vítor, Maurício Ramos (Léo), Danilo e Gabriel Silva; Edinho, Márcio Araújo (Vinícius), Lincoln (Marcos Assunção) e Cleiton Xavier; Ewerthon (Tadeu) e Kléber. Técnico: Flávio Murtosa
Boca Juniors: Luchetti (Javier García); Muñoz, Cellay e Insaurralde; Marín, Méndez, Erbes (Nicolás González), Cañete (Colazo) e Monzón; Mouche (Sergio Araujo) e Viatri (Blandi). Técnico: Claudio Borghi
Gols: Viatri (19') e Muñoz (37') do 1º tempo


Curiosidades

Palmeiras e Boca Juniors decidiram a Taça Libertadores da América em 2000, em um jogo com uma arbitragem extremamente polêmica, o Boca Juniors se sagrou campeão. O primeiro jogo, em La Bombonera, acabou 2 x 2 e o segundo jogo, no Morumbi, terminou com o placar em branco. Nos pênaltis: Alex e Rogério maracaram, e Asprilla e Roque Júnior perderam. Todos os batedores do Boca marcaram: Guillermo Schelotto, Riquelme, Palermo e Bermúdez.


Maiores Goleadas

O Palmeiras aplicou a maior goleada da história do Boca em competições internacionais, 6x1 em 1994 pela Libertadores.


Placares

O placar de 1x1 é o mais comum entre os dois times: aconteceu 6 vezes.
Em segundo, aparece os placares de 2x1 e 2x0 ocorreram 4 vezes.
Somente 1 jogo terminou em 0x0.
O resultado por três ou mais gols de diferença aconteceu apenas 1 vez.


Jogos

Todos os jogos contra o Boca Juniors


Artilheiros

Gols
Artilheiro(s)
2 Alex
Edílson
Evair
Fábio Júnior
Neno

Ferramentas pessoais