Alceu Rodrigues Simoni Filho

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

ALCEU
Alceu
Informações pessoais
Nome Completo Alceu Rodrigues Simoni Filho
Data de nasc. 07 de maio de 1984
Local de nasc. Diadema (SP), Brasil
Altura 1,75 m
Peso 77 Kg
Informações profissionais
Posição Volante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (gols)
2002 Palmeiras-B
2002-2006 Palmeiras 123 (6)
2007 Kashiwa Reysol 28 (1)
2008 Consadole Sapporo 20 (0)
2008 Náutico
2008 São Carlos 1 (0)
2009-2010 Kashiwa Reysol
2011 Grêmio Barueri 14 (0)
2012 Maurílio
Títulos
Anos Clubes Campeonato
2003 Palmeiras Brasileiro - Série B
2004 Palmeiras Troféu 90 Anos do Esporte Clube Taubaté
2005 Palmeiras Taça 125 Anos do Corpo de Bombeiro

Alceu Rodrigues Simoni Filho, ou simplesmente Alceu (7 de maio de 1984), é um meio-campista brasileiro que atualmente joga pelo Grêmio Prudente.

Biografia

A estreia de Alceu com a camisa do Palmeiras aconteceu em setembro de 2002, mas antes disso ele já era motivo de comentários nos corredores do Palestra Itália. No início de 2001, era o primeiro volante da Seleção Brasileira que disputou e conquistou o Campeonato Sulamericano Sub-17 no Peru. No mesmo ano, voltou a defender a amarelinha, desta vez na Copa do Mundo Sub-17, realizada em Trinidad e Tobago, onde foi titular nas duas primeiras partidas (contra Austrália e Croácia), mas acabou esquentando o banco nos jogos contra a seleção anfitriã, ainda na primeira fase, e França, nas oitavas de finais, quando o time de Sérgio Farias foi derrotado e desclassificado da competição.

Considerado uma das joias das categorias de base do Palmeiras, Alceu não chegou ao elenco profissional por acaso. Em 2002, aliando marcação eficiente, passes simples e curtos e boa presença ofensiva em jogadas de bola parada, o volante ajudou o time alviverde a conquistar a tradicional Taça BH de Futebol Júnior, jogando ao lado de promessas como o goleiro Bruno e o atacante Vagner Love.

Com boa bagagem nas categorias de base do clube, Alceu passou a ser observado de maneira diferenciada pela comissão técnica. Na sétima rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro de 2002, então, o treinador Flávio Murtosa resolveu apostar no garoto para o confronto contra o Paraná. O que era para ser um sonho acabou se tornando um pesadelo: no Couto Pereira, o Palestra foi atropelado pelo time paranaense (5 a 1, com direito a quatro gols de Márcio Nobre) e o jovem volante sequer ficou em campo até o fim da partida.

A humilhante derrota em Curitiba e o momento conturbado pelo qual passou o Palmeiras em 2002 acabaram afastando Alceu do time profissional do Verdão. De volta ao time de juniores do Verdão, foi vice campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2003, no time que tinha Diego Souza, Edmilson e Vagner Love. A boa campanha na Copinha, aliás, foi a senha para que o volante e os jogadores supracitados fossem incorporados de vez ao elenco principal do Palestra, na reformulação promovida por Jair Picerni depois da antológica goleada por 7 a 2 sofrida para o Vitória na Copa do Brasil.

Efetivado entre os profissionais, Alceu fez parte do grupo que conquistou a Série B em 2003 e levou o Palmeiras de volta à elite do futebol brasileiro. Alternando entre o time titular e o banco de reservas, marcou três gols na campanha que devolveu um mínimo de orgulho à torcida palmeirense.

Em 2004, Alceu foi uma espécie de coadjuvante na disputa do Campeonato Paulista. No Campeonato Brasileiro, no entanto, ganhou a confiança do treinador Estevam Soares e passou a fazer parte do time titular, contabilizando mais de 20 partidas pelo Palmeiras na competição e ajudando o time de Parque Antártica a conquistar o quarto lugar no Brasileirão e voltar à Copa Libertadores da América.


Estatísticas no Palmeiras

Ano Campeonatos Jogos Gols Marcados Cartões Amarelos Cartões Vermelhos
2002 Paulista
Total 123 6 ? ?
Jogos Vitórias Empates Derrotas
123 ? ? ?

Ferramentas pessoais