1996 - Ataque dos 102 gols

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

História

Djalminha, o maestro de 1996

No Campeonato Paulista de 1996 o Palmeiras ficou conhecido como o "Ataque dos 100 gols", mas para ser exato foram 102. A média foi de 3,4 gols por partida, um desempenho de dar inveja a qualquer time, foi a melhor campanha do futebol brasileiro desde que foi implantado o profissionalismo, em 1933. A base do elenco era formada por: Velloso; Cafu, Sandro, Cléber e Júnior; Galeano, Amaral, Rivaldo e Djalminha; Müller e Luizão. Vale ressaltar que a maioria desses jogadores foram importantes na Seleção Brasileira. Cafú, Júnior, Rivaldo e Luizão foram pentacampeões na Copa de 2002. Djalminha era o jogador mais técnico do time do Palmeiras de 1996, apesar de polêmico é considerado um os mais injustiçados na Seleção Nacional.

Nquele ano, o Campeonato Paulista fora dividido em 2 turnos, os campeões de cada turno se enfretariam na final, mas se o mesmo time ganhasse os 2 turnos a final não existiria. Possuíndo um elenco muito superior, o Palmeiras conquistou ambos os turnos facilmente. Venceu 14 dos 15 jogos disputados no primeiro turno, 14 vitórias e 1 empate. No 2º turno venceu 13 partidas, empatou 1 e perdeu sua única partida do torneio por 0x1 para o Guarani. Na soma geral, atingiu 83 dos 90 pontos possíveis, enquanto que o São Paulo, vice-campeão, atingiu 53 pontos.

Vale lembrar algumas goleadas naquele campeonato: 6 x 1 sobre a Ferroviária, 7 x 1 no Novorizontino, 8 x 0 diante do Botafogo e um expressívo 6 x 0 sobre o Santos na Vila Belmiro.


O Elenco

Poster Paulista 1996
Elenco campeão do Paulista de 1996

1 Velloso • 2 Cafú • 3 Sandro Blum • 4 Cléber • 5 Amaral • 6 Júnior • 7 Müller • 8 Flávio Conceição • 9 Luizão • 10 Djalminha • 11 RivaldoElivéltonCláudioPaulo IsidoroAlex AlvesCrisGustavoOsioGaleano
Técnico: Luxemburgo


Ver também

Ferramentas pessoais